Base de conhecimento

SEI / UFMG - Pessoal: Processo Administrativo Disciplinar e Sindicncia - GESTO SEI

Pessoal: Processo Administrativo Disciplinar e Sindicância

Que atividade é?

É o instrumento destinado a apurar responsabilidade de servidor por infração praticada no exercício de suas atribuições, ou que tenha relação com as atribuições do cargo em que se encontre investido.

Quem faz?

O processo disciplinar será conduzido por comissão composta de três servidores estáveis designados pela autoridade competente, observado o disposto no § 3o do art. 143, que indicará, dentre eles, o seu presidente, que deverá ser ocupante de cargo efetivo superior ou de mesmo nível, ou ter nível de escolaridade igual ou superior ao do indiciado.

Como se faz? Possui fluxo já mapeado?

O processo disciplinar será conduzido por comissão composta de três servidores estáveis designados pela autoridade competente, observado o disposto no § 3o do art. 143, que indicará, dentre eles, o seu presidente, que deverá ser ocupante de cargo efetivo superior ou de mesmo nível, ou ter nível de escolaridade igual ou superior ao do indiciado.

 A Comissão exercerá suas atividades com independência e imparcialidade, assegurado o sigilo necessário à elucidação do fato ou exigido pelo interesse da administração. As reuniões e as audiências das comissões terão caráter reservado.

O processo disciplinar se desenvolve nas seguintes fases

I - instauração, com a publicação do ato que constituir a comissão

II - inquérito administrativo, que compreende instrução, defesa e relatório

III - julgamento.

O prazo para a conclusão do processo disciplinar não excederá 60 (sessenta) dias, contados da data de publicação do ato que constituir a comissão, admitida a sua prorrogação por igual prazo, quando as circunstâncias o exigirem.

Sempre que necessário, a comissão dedicará tempo integral aos seus trabalhos, ficando seus membros dispensados do ponto, até a entrega do relatório final.

As reuniões da comissão serão registradas em atas que deverão detalhar as deliberações adotadas.

Que informações/condições são necessárias?

O inquérito administrativo obedecerá ao princípio do contraditório, assegurada ao acusado ampla defesa, com a utilização dos meios e recursos admitidos em direito.

 Os autos da sindicância integrarão o processo disciplinar, como peça informativa da instrução.

Quais documentos são necessários?

Portaria de designação da comissão de sindicância

Documentos que compõe o inquérito administrativo, como atas, transcrições, evidências documentais, relatório, entre outros

Decisão

Qual é a Base Legal?

Lei nº8.112/1990